Existem duas razões principais pelas quais um investidor usa opções: para especular e como cobertura.

Especulação

Pode pensar em especulação como a aposta no movimento de um ativo. A vantagem das opções é que não está limitado a fazer lucro apenas quando o mercado sobe. Devido à versatilidade das opções, também pode lucrar quando o mercado cai ou até mesmo quando não se move numa tendência em particular (sideways).

A especulação é um território onde se faz bastante dinheiro – e onde se perde. O uso de opções desta forma é a razão pela qual as opções têm a reputação de ser arriscadas. Isto porque quando compra uma opção, tem de estar certo a determinar não só a direção do movimento da ação mas também a magnitude e o timing do movimento. Para ser bem sucedido, deve prever corretamente se uma ação irá subir ou descer e tem de estar certo relativamente a quanto o preço irá mudar bem como o período de tempo que tudo isto levará a acontecer. E não se esqueça das comissões! A combinação destes fatores significa que as probabilidades estão contra você.

Então, por que é que as pessoas especulam com opções com probabilidades tão enviesadas? Além da versatilidade, a aposta se prende-se com o uso de alavancagem. Quando controla 100 ações com um contrato, não é necessário um grande movimento de preços para alcançar lucros substanciais.

Cobertura

A outra função das opções é a cobertura (hedging). Pense nisto como uma apólice de seguro. Da mesma forma que faz um seguro para a sua casa ou carro, as opções podem ser usadas para assegurar os seus investimentos contra uma recessão. Os críticos das opções dizem que se está tão inseguro quanto às ações que escolheu ao ponto de precisar de uma garantia, então não deve fazer o investimento.

Por outro lado, não há dúvida que as estratégias de cobertura podem ser úteis, especialmente para grandes instituições. No entanto, até mesmo o investidor individual pode beneficiar. Imagine que queria tirar vantagem de ações de tecnologia e da sua valorização mas digamos que também gostaria de limitar quaisquer perdas. Ao usar opções, será capaz de restringir as desvantagens enquanto aproveita a valorização de uma forma rentável.

Uma palavra sobre as opções de ações

Embora as opções de ações de colaboradores não estejam disponíveis para todo mundo, este tipo de opção pode, de certa forma, ser classificado como uma terceira razão para o uso de opções. Muitas empresas usam as opções de ações para atrair e manter colaboradores talentosos, especialmente na gestão.

São semelhantes a opções de ações “normais” em que o holder (titular) tem o direito, mas não o título, de comprar ações da empresa. O contrato, no entanto, é entre o holder e a empresa, enquanto que para uma opção normal o contrato se dá entre duas partes completamente alheias à empresa.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente