Apple revelou o HomePod, o seu novo assistente digital
Reuters
Página principal Síntese, China, Apple, União Europeia, Brasil, Portugal, Donald Trump

As principais notícias do dia, uma seleção da redação do Insider.pro

Lançamento do HomePod previsto para dezembro

O assistente digital inteligente, que será também sistema de som de alta qualidade, marcou o primeiro dia da Worldwide Developers Conference da gigante de tecnologia (NASDAQ: Apple [AAPL]). O HomePod terá sete polegadas de altura, recorrerá à Siri e custará 349 dólares. O seu lançamento está previsto para dezembro. Outros anúncios durante a conferência: novos Macs, novo software para iPad e Mac e novos kits de realidade virtual e de realidade aumentada.

Turismo em 2016: taxa de ocupação em Lisboa ultrapassou a de Roma, Madrid e Paris

De acordo com um relatório da Deloitte, divulgado ontem, a taxa de ocupação em Lisboa ultrapassou os registros de grandes cidades europeias, como Roma, Madrid e Paris – permanecendo, contudo, abaixo de Londres, Amesterdão e Barcelona. As regiões da Madeira e de Lisboa registraram a maior taxa de ocupação, com a área da capital avançando o mais elevado preço médio por quarto do país (80,65 euros).

Brasil: Banco Mundial prevê crescimento do PIB na ordem de 0,3%

A economia brasileira irá observar 0,3% de crescimento este ano, de acordo com uma previsão do Banco Mundial. A estimativa é 0,2% inferior à previsão que a organização tinha avançado em janeiro. A entidade multilateral vê melhorias na economia brasileira, como crescimento na indústria e exportações, mas aponta para aumento da taxa de desemprego e necessidade de ajustes fiscais “significativos”.

União Europeia avança dados relativos a vendas a varejo em abril

As mesmas aumentaram pelo terceiro mês consecutivo em março, por mais do que o esperado, mostrando que os preços mais elevados não afastaram os consumidores. Alguns analistas preveem outro aumento, notando que o sentimento econômico disparou para perto de um recorde de 10 anos em abril.

Casa Branca não irá bloquear o testemunho de James Comey

O antigo diretor do FBI, demitido no mês passado por Donald Trump, irá testemunhar esta semana sobre conversações que teve com o presidente dos EUA. A administração considerou o recurso a “privilégio executivo” para tentar impedir o testemunho. Uma das maiores questões que poderão ser esclarecidas: terá Trump procurado pressionar Comey a abandonar uma investigação?

Se demitiu embaixador dos EUA em funções na China

David Rank renunciou ao cargo em Pequim – alegadamente devido à decisão de Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Estava previsto que Rank se mantivesse no cargo até à chegada de Terry Branstad, antigo governador de Iowa e seleção de Trump para o cargo. O Departamento de Estado afirmou que Rank “tomou uma decisão pessoal”.

Calendário Econômico

  • 01:30 (AUD) Decisão da Taxa de Juros (Jun)
  • 01:30 (AUD) Declaração de Taxa do RBA
  • 11:00 (USD) Ofertas de Emprego JOLTs (Abr)
  • 11:00 (CAD) PMI Ivey (Mai)
  • 22:30 (AUD) PIB (Trimestral) (Q1)
Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente