Mundo produziu montanha de plástico do tamanho do Everest desde 1950
АP Photo/Mohammed Ballas
Página principal Síntese, Bancos Centrais, Rússia, China, Microsoft, EUA, Síria, Brexit, Donald Trump

As principais notícias do dia, uma seleção da redação do Insider.pro

Indústria produziu mais de 9 bilhões de toneladas de plástico desde 1950

Segundo um estudo publicado pela revista Science Advances, a indústria produziu mais de 9 bilhões de toneladas de plástico desde 1950, o equivalente à dimensão da montanha mais alta do mundo, o Everest, com 8.848 metros de altitude. De acordo com Roland Geyer, principal autor do estudo: “à taxa atual estamos nos dirigindo para um planeta de plástico.”

Banco Central Europeu reúne hoje

Se espera que o BCE reduza o seu programa de compra de títulos em setembro – mas entretanto deverá manter as taxas de juros.

Atualização quanto às negociações ao redor do Brexit

O secretário do Reino Unido para o Brexit, David Davis, e Michael Barnier da União Europeia irão descrever os resultados de vários dias de discussão ao redor de questões como os direitos dos cidadãos e a fronteira com a Irlanda.

Microsoft divulga resultados trimestrais

Se estima que a gigante de tecnologia (NASDAQ: MSFT) anuncie demissões na medida em que reorganiza a sua equipe de vendas para se focar no seu crescente segmento de computação na nuvem.

Donald Trump terminou operação secreta da CIA na Síria

A medida levantou sobrolhos – nomeadamente de Moscou, que se opôs ferozmente à iniciativa. Se tratava de um programa da era-Obama para armar e treinar rebeldes moderados da Síria para a luta contra Bashar al-Assad.

Reguladores bancários analisam relação entre o Deutsche Bank e Donald Trump

A ligação do banco alemão ao presidente dos EUA data da década de 1990, quando o Deutsche Bank foi dos poucos bancos dispostos a emprestar a Trump. O Deutsche Bank poderá ter de avançar informações a Robert Mueller, que supervisiona a investigação federal ao redor da ligação de Trump à Rússia.

Banco do Japão se mantém estável

O banco central do Japão optou por manter a sua política monetária inalterada mas atrasou o seu objetivo de alcançar 2% de inflação no espaço de um ano até ao ano fiscal de 2019. O Banco também aumentou a sua perspetiva em relação ao PIB para este e para o próximo ano fiscal.

Negociações EUA-China não correram exatamente como planeado

Delegados de ambos os países cancelaram as conferências de imprensa após o encontro sem explicação. No início do dia, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, e outros funcionários da administração Trump, exigiram uma “mais justa” relação comercial.

Calendário Econômico

  • 00:10 (JPY) Declaração de Política Monetária do BoJ (Anual)
  • 00:10 (JPY) Relatório de Projeções do BoJ (Anual
  • 03:30 (JPY) Coletiva de Imprensa do BoJ
  • 05:30 (GBP) Vendas no Varejo (Mensal) (Jun)
  • 08:45 (EUR) Taxa de Facilidade Permanente de Depósito
  • 08:45 (EUR) Decisão da Taxa de Juros (Jul)
  • 09:30 (USD) Índice de Atividade Industrial Fed Filadélfia (Jul)
  • 09:30 (EUR) Coletiva de Imprensa do BCE
Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente