Dia decisivo para a Catalunha e para a Espanha
AP Photo/Francisco Seco
Página principal Síntese, Petróleo, EUA, Coreia do Norte, Espanha, OPEP

Uma seleção das principais notícias desta manhã

Irá Puigdemont avançar com a declaração unilateral de independência da Catalunha?

No seguimento do referendo conduzido na semana passada – pela independência da Catalunha – Carles Puigdemont, presidente da região, avançou que pretende a saída da atual crise através de mediação. Porém, o governo central da Espanha rejeitou essa possibilidade, exigindo “um retorno ao caminho da lei” antes de quaisquer conversações. Irá Puigdemont avançar com a declaração unilateral de independência hoje, como previsto?

HSBC confirma novo diretor executivo

Se prevê que o banco baseado em Londres nomeie John Flint, atualmente diretor das divisões de banca a varejo e gestão de patrimônio, como novo diretor executivo. O HSBC (NYSE: HSBC) solicitou permissão ao Banco de Inglaterra para realizar a nomeação, de acordo com o avançado pelo Sunday Times.

Ministros dos Negócios Estrangeiros do grupo de países “Bucharest Nine” se encontram em Varsóvia

Os ministros de nove países da Europa central e de leste irão se encontrar na capital polaca para discutir “atuais desafios de segurança e expectativas para a cimeira da NATO decorrendo no próximo ano.”

Kim Jong-un aproxima irmã mais nova da política

O líder norte-coreano tornou a sua irmã mais nova Kim Yo-jong membro alternativo do politburo, o principal órgão de tomada de decisão da Coreia do Norte. Kim Yo-jong se encarregou recentemente de desenvolver o culto de personalidade em torno do irmão.

OPEP avançou que poderá tomar “medidas extraordinárias” para reequilibrar o mercado petrolífero

Mohammad Barkindo, secretário-geral da OPEP, não especificou quais os passos que poderão ser tomados mas avançou no domingo que os mesmos poderão ter lugar no próximo ano para restaurar a estabilidade “de forma sustentável no futuro”. O atual pacto da organização para redução da produção de petróleo expira em março de 2018.

Furacão Nate atingiu os estados norte-americanos do Louisiana, Mississippi e Alabama

Embora não se tenha mostrado tão destrutivo como o estimado, o furacão causou inundações, deixou mais de 100.000 indivíduos sem eletricidade e deverá ter causado danos ao redor de 4 bilhões de dólares.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente