Criptomoedas: as principais notícias de hoje
MorozkiArt
Página principal Síntese, Criptomoedas
Tema do momento
6 Fevereiro
6358 6k

As mais recentes notícias do mercado de criptomoedas

Maduro propôs à OPEP a criação de mecanismo para emissão de criptomoeda. Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, quer que os maiores produtores de petróleo do mundo criem um mecanismo para emitir criptomoedas: “Quero convidar formalmente todos os membros da OPEP, assim como os países que não fazem parte do cartel, a desenvolver em conjunto um mecanismo para emitir criptomoedas apoiado pelo petróleo.” — Afirmou no final de reunião com o SG da OPEP, Mohammed Barkindo.

Bitcoin: Japão quer se converter em referência mundial. Apesar de numerosos ataques de hackers e de diversos riscos financeiros associados às criptomoedas, o Japão quer se converter na “capital mundial da Bitcoin” e ocupar o primeiro lugar no mundo das criptomoedas. Para alcançar esse objetivo o país continua atraindo investimentos no setor — ao contrário da China e da Coreia do Sul, por exemplo. Quer ser o primeiro país do mundo usando as criptomoedas como meio de pagamento amplamente difundido.

A capitalização total do mercado de criptomoedas corresponde atualmente (15h40 de Brasília) a 329,5 bilhões de dólares

Entretanto, nas últimas 24 horas:

  • O preço da Bitcoin (Bitcoin) caiu 5,30% para 6.897,88 dólares
  • O preço da Ethereum (ETH/USD) desceu 3,34% para 692,37 dólares
  • O preço da Ripple diminuiu 4,13% para 0,68 dólares
  • O preço da Bitcoin Cash (Bitcoin.Cash) caiu 7,12% para 873,35 dólares
  • O preço da Cardano desceu 5,54% para 0,31 dólares

Próximas ICO:

  • 15 de fevereiro: ECOS
  • 23 de fevereiro: Morpheus.network
  • 4 de março: Amon
  • 5 de março: Future Coin Light

Consulte a lista completa de ICO decorrendo aqui.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente