3 Empresas a acompanhar esta semana
Página principal Finanças, Mercado dos EUA

As ações da Nike, GameStop e Five Below poderão ser alvo de grandes oscilações nos próximos dias de negociação

As ações subiram na semana passada, ajudando o Dow Jones Industrial Average (INDEX: Dow Jones Industrial Average [DJI]) e o S&P 500 (INDEX: S&P 500 index [SPX]) a estender os seus ganhos em 2017 – de aproximadamente 6% até agora.

Esta semana, as ações de varejistas poderão ser alvo de grandes oscilações na medida em que diversas empresas revelam as suas vendas e lucros na temporada de festas. Alguns dos relatórios mais esperados esta semana: Nike, Five Below e GameStop.

Terça-feira: Nike

A Nike (NYSE: Nike [NKE]), gigante do Dow, anuncia os seus resultados na terça-feira – se salientando que os investidores começam se sentindo mais confiantes quanto aos seus negócios. Depois de terem terminado em último entre 30 ações do Dow no ano passado, as ações da Nike superaram modestamente o mercado mais amplo até agora este ano.

O crescimento de vendas da Nike tem vindo desacelerando, tendo caído para 9% ao longo dos últimos seis meses em comparação com 12% no ano fiscal de 2016 e 14% no anterior. A sua margem bruta de lucro tem também caído de forma significativa. No entanto, a empresa fez bons progressos com o inventário em excesso nos últimos trimestres, o que sugere que poderá se verificar recuperação de lucros a caminho.

Ainda assim, a rival Under Armour não avançou uma visão encorajadora da indústria no final de janeiro, não tendo ido ao encontro das estimativas de vendas e lucros e citando pouca demanda no mercado norte-americano. Com metade da sua atuação a surgir de outros pontos que não os EUA (em comparação com 15% para a Under Armour), a Nike não está tão exposta às tendências nos EUA. É por isso que os investidores estão otimistas quanto à possibilidade da empresa apresentar progresso em direção a crescimento das vendas e rentabilidade este trimestre.

Quarta-feira: Five Below

A varejista Five Below (NASDAQ: Five Below [FIVE]) irá relatar os resultados do último trimestre de 2016 depois do encerramento do mercado na quarta-feira. A ação se tem encontrado em um ponto neutro desde que a empresa reduziu as suas perspetivas de vendas e de ganhos no início de janeiro, citando tendências de compra ligeiras.

Na altura, o CEO Joel Anderson e a sua equipa executiva projetaram que as vendas pudessem aumentar apenas 1% no trimestre, produzindo vendas totais em 2016 de 1 bilhão de dólares, o equivalente a crescimento de 20% nesse período.

“Depois de um início sólido da temporada de festas experienciamos desaceleração em meados de dezembro, com as vendas acelerando novamente no final da temporada.” – Afirmou Anderson.

Os investidores irão se focar no quanto os resultados atuais se desviaram das previsões da empresa em janeiro. Também estarão profundamente interessados na rentabilidade, uma vez que uma queda da margem bruta implicará que as tendências de tráfego de clientes tenham sido fracas. Para o longo prazo, as previsões da Five Below para 2017 poderão levar a subida das ações – ou a queda, se a mesma previr uma grande mudança face ao aumento médio de 2% ao nível das comps alcançado no último ano.

Sexta-feira: GameStop

A GameStop (NYSE: Gamestop Corporation [GME]) está numa corrida contra o tempo. A empresa está trabalhando arduamente para desenvolver novas linhas de negócio – como produtos de eletrônica de consumo, comunicações móveis e produtos colecionáveis – enquanto o mercado de jogos de vídeo no qual construiu o seu império desmorona. A estratégia funcionou bem e, de facto, a empresa estabeleceu um novo recorde de lucros no ano fiscal de 2015. No entanto, as coisas não funcionaram tão bem este ano. As vendas estão em ritmo de queda de até 12% em 2016.

A empresa alertou que a queda do tráfego nas lojas e a queda de preços prejudicou a venda de software no último trimestre. Paul Raines, CEO, e a sua equipa notaram uma surpreendente queda da demanda por consolas de jogos.

“Durante o período de festas, as vendas do segmento de jogos de vídeo foram prejudicadas pela fraqueza da indústria, pressão de preços promocionais e menor tráfego nas lojas, entre uma temporada difícil para muitas varejistas.” – Explicou Raines num comunicado de imprensa.

O crescimento significativo no seu segmento de marcas de tecnologia irá provavelmente suavizar o golpe do declínio dos jogos esta semana mas a GameStop irá precisar de convencer os investidores de que tem um plano sólido para voltar ao crescimento com os seus principais clientes alterando a atenção para canais de vendas online.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente