Investimento: 7 lições intemporais de John Bogle
AP Photo/Mark Lennihan
Página principal Finanças

Décadas de experiência de investimento em sete dicas simples

Todo o investidor deve ler os livros de John Bogle, fundador do Vanguard Group. Um dos melhores é Enough: True Measures of Money, Business and Life, um livro que Bogle provavelmente considerou o pilar da sua carreira – o seu legado. Foi publicado no final de 2008, com Bogle se dirigindo para os 80 anos (celebrou 88 em maio deste ano).

Para um tipo que realizou um transplante de coração em 1996 todos os dias devem surgir como um bônus inesperado. Perdoe o homem por assumir que o tempo estava (está) acabando – como está acabando para todos nós.

No entanto, aqui está ele hoje, defendendo o investimento de baixo custo que remonta à sua tese de 1951 em Princeton – o documento que lhe concedeu uma valente nota e, mais importante, conduziu à criação do primeiro fundo de índice Vanguard (o que representou centenas de bilhões de retorno extra para investidores ao longo dos anos).

Bogle escreveu recentemente sobre investimento no Financial Analysts Journal do CFA Institute, oferecendo uma análise inflexível ao redor de Adam Smith, pai intelectual do capitalismo, e de Benjamin Graham, pai da análise de ações e grande mentor de Warren Buffett.

Se não tiver tempo para as obras de Bogle atente nas sete lições intemporais do mesmo que se seguem:

1. Invista

O maior risco que os investidores encaram não é a volatilidade de curto prazo mas antes a não detenção de retorno suficiente do seu capital à medida que este se acumula.

2. O tempo é seu amigo

Investir é um hábito virtuoso que deve ser iniciado o mais cedo possível. Mesmo investimentos modestos realizados quando se tem 20 anos são suscetíveis de crescer para montantes surpreendentes ao longo de uma vida de investimento.

3. O impulso é seu inimigo

Elimine a emoção da sua estratégia de investimento. Tenha expectativas racionais quanto a retornos futuros e evite mudar essas expectativas em resposta ao ruído efêmero que surge de Wall Street. Evite agir tendo em conta o que poderão parecer insights únicos – que são, na verdade, partilhados por milhões de outros.

4. A aritmética básica funciona

O retorno líquido é apenas o retorno bruto da sua carteira de investimento menos os custos incorridos. Mantenha as suas despesas com investimentos baixas, pois os custos podem devastar o milagre dos retornos.

5. Mantenha a simplicidade

O investimento básico é simples: uma aposta simples entre ações, títulos e reservas de capital; uma seleção diversificada de valores mobiliários de alta qualidade; e um cuidadoso equilíbrio entre risco, retorno e (uma vez mais) custos.

6. Nunca se esqueça do efeito da reversão

O forte desempenho de um fundo mútuo pode mudar de direção. Recorde a injunção bíblica: “Assim o último será o primeiro e o primeiro último”.

7. Mantenha a sua estratégia

Independentemente do que aconteça nos mercados, mantenha a sua estratégia de investimento. Mudar de estratégia na altura errada pode ser o maior erro que pode realizar como investidor. Basta perguntar a investidores que tenham movido uma parte significativa da sua carteira para capital durante as profundezas da crise financeira – apenas para perderem parte ou mesmo todo o mercado com tendência altista de que desfrutamos desde então. Este é o mais importante conselho.

E está tudo. Décadas de experiência de investimento em sete dicas simples.

O verdadeiro “problema”? O ego. Acreditar fortemente em convicções de investimento ao ponto de se ignorar a matemática. Dessa forma o investimento se torna perigoso. Alguns estarão certos mas a maioria estará errada. É graças ao ego que os investidores perdem dinheiro.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente