Criptomoedas: 5 conselhos para investidores principiantes
Página principal Finanças, Criptomoedas, Investimento em criptomoedas
Tema do momento
28 Novembro
6564 6k

O mundo das criptomoedas pode parecer assustador para principiantes. No entanto, tal como com qualquer outro tipo de investimento, o segredo está na preparação, ponderação e diversificação. Conheça as nossas dicas para um investimento mais tranquilo neste mercado em amplo crescimento.

1. Faça o trabalho de casa

Há muita propaganda e rumores – histórias de sucesso e contos de terror – ao redor da Bitcoin (Bitcoin) e restantes moedas digitais. Se certifique de que compreende exatamente em que se está envolvendo e não arrisque mais dinheiro do que aquele que pode perder.

As criptomoedas são um mundo entusiasmante – mas complexo e confuso se apenas entrar por toda a propaganda ao redor. Muitas pessoas compram carros caros sem saber como funciona o motor – e não há problema pois se tiverem algum problema há sempre mecânicos e garagens. No mundo das criptomoedas é você contra o mundo. É um mercado descentralizado – não há ninguém para segurar sua mão.

Pawel Kuskowski, diretor executivo e cofundador da Coinfirm, avança este conselho:

“Quanto mais entender, melhor.”

Não especule sobre o grande lucro que poderá alcançar. Procure aprender sobre o assunto – saiba como funciona a Bitcoin e a blockchain. Lucas Geiger, fundador e diretor executivo da Wireline, afirmou:

“Poderá parecer um conselho óbvio mas penso que em primeiro lugar deve tirar tempo para compreender a blockchain. Digo-o pois são poucas as pessoas o fazendo. Se não tiver um amplo nível de compreensão de como a blockchain armazena dados seguros (como moedas), então está apenas especulando.”

Uma boa forma de começar: pelo início, com o White Paper de Satoshi Nakamoto. O gerente de fundos Jacob Eliosoff escreveu:

“Se tiver alguma inclinação técnica tire 10 minutos para folhear o white paper original de Satoshi, de 2008. Tem apenas oito páginas e é claro – trabalho de gênio!”

Na verdade existe cada vez mais material e informação sobre criptomoedas por aí. Muitos sites e recursos – como os nossos Tutoriais – tornam a tecnologia mais fácil de compreender.

Mais: o mundo do investimento está também tentando simplificar as coisas tornando a Bitcoin mais disponível para investidores tradicionais.

2. Seja cauteloso

Há risco em qualquer investimento – mas o risco é de alguma forma ampliado pela novidade que é a Bitcoin e pela sua extrema volatilidade. Eliosoff enfatizou:

“É ainda uma área de extremo risco. Não invista dinheiro que não pode perder!”

É tentador ser ousado com tantas histórias de sucesso – porém, como principiante a cautela é essencial. Não procure se tornar milionário da noite para o dia com a Bitcoin. Se apostar grandes quantidades de dinheiro é mais provável que encontre problemas do que o oposto.

Marshall Swatt, empreendedor, sugere:

“Comece devagar – invista uma pequena parte do seu capital.”

Adicionalmente, Tim Enneking, diretor da Crypto Asset Management, aconselha:

“Não persiga o preço da Bitcoin. Se decida por um ponto de entrada e mantenha-o.”

São várias as estratégias de investimento funcionando realmente bem com a Bitcoin. Aquelas que oferecem mais sucesso são geralmente as mais perigosas.

Uma estratégia como a dollar cost averaging – apostar a mesma quantia a cada semana ou mês – é um bom exemplo.

3. Diversifique

A maioria dos novos entusiastas com moedas digitais ouve falar na Bitcoin em primeiro lugar – mas há muitas outras criptomoedas por aí e muitas cresceram muito mais depressa do que a Bitcoin. A diversificação é uma atitude sensata, nomeadamente porque muitas das altcoins têm um bom desempenho quando a Bitcoin cai. O empreendedor do mundo da tecnologia Oliver Isaacs escreveu:

“Se proteja da volatilidade e não coloque todos os ovos na mesma cesta. Muito como investir no mercado de ações ou em forex, deve diversificar os seus fundos como técnica de gestão de risco.”

O famoso selecionador de ações Ronnie Moas é também um forte defensor da diversificação. É fácil ficar apaixonado por uma criptomoeda, especialmente a Bitcoin, mas é importante proteger as suas apostas.

“Não coloque todos os fundos dedicados a criptomoedas na Bitcoin.” – Advertiu Moas. “Deve diversificar por pelo menos uma dúzia dos mais de 1.000 nomes disponíveis. Se foque em nomes do top 50.”

4. Mantenha os seus tokens fora das plataformas de câmbio

Há ainda muita pirataria e roubo no mundo das criptomoedas e é importante tomar precauções. Não é muito difícil tornar a vida dos hackers mais difícil. Utilize as plataformas de câmbio apenas para isso: câmbio. Assim que tiver comprado as suas criptomoedas, mova os fundos da plataforma para uma carteira que apenas você controla, como uma carteira em hardware.

Muitos investidores foram prejudicados por hacks em plataformas.

Matthew Unger, fundador e diretor executivo da iComply Investor Services Inc., sugere:

“Da mesma forma que mantém algum dinheiro na sua carteira, algum na conta bancária e talvez coisas realmente valiosas em um cofre – proteja as suas criptomoedas.”

5. Se prepare para a experiência

A Bitcoin é conhecida pela sua volatilidade – tanto que muitos investidores vivem aterrorizados com isso. Uma ampla queda do preço da Bitcoin não significa desastre permanente mas será difícil se manter comprometido quando começar entrando no vermelho.

A diversificação é uma grande estratégia para ajudar com isso mas exige alguma dedicação e esforço. É claro que a mais famosa (e até agora bem-sucedida) estratégia para investimento em criptomoedas é “manter o investimento independentemente da volatilidade do mercado”.

Pode também comprar e esquecer uma vez que não estar sempre de olho no mercado pode ajudar a que não se preocupe com as quedas e volatilidade.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente