Os 13 melhores países para os turistas
Tyrone Siu/Reuters
Página principal Estilo de Vida

Países europeus no topo de ranking global que mede a força do setor do turismo

O “Travel and Tourism Competitiveness Report” do Fórum Econômico Mundial, que é publicado a cada dois anos, mede a “saúde” do setor do turismo em 136 países utilizando uma ampla gama de sub-índices – que avaliam a segurança, os recursos naturais, a solidez das infraestruturas, as condições de saúde e de higiene e os preços gerais.

Os sub-índices são depois agregados em uma pontuação geral de 1 a 7. A pontuação de 7 é a mais elevada possível – e nunca foi alcançada.

O pódio é ocupado por destinos europeus, enquanto um destino popular na Ásia ficou em quarto lugar.

Dê uma olhada no ranking que se segue.

13. Singapura: 4,85

Mais de 15 milhões de turistas visitam a cidade-estado todos os anos – e têm sido realizados esforços para impulsionar esse número em anos recentes: os casinos foram legalizados em 2005 e a cidade-estado é promovida como hub de turismo de saúde, com mais de 200.000 estrangeiros procurando cuidados médicos a cada ano.

12. Áustria: 4,86

O turismo internacional corresponde a uma grande parte da economia austríaca, representando 9% do PIB. A sua capital, Viena, é conhecida como “a cidade da música” e atrai perto de 4 milhões de pessoas por ano.

11. Hong Kong: 4,86

O território autônomo da Ásia Oriental registrou um total de mais de 30 bilhões de dólares relacionados com turismo internacional em 2014.

10. Suíça: 4,94

A indústria do turismo é importante para a economia suíça, especialmente para as regiões alpinas do país, menos desenvolvidas. Grande parte do setor do turismo do país está relacionado com atividades recreativas, como esqui e caminhadas.

9. Canadá: 4,97

O país da América do Norte é o segundo maior do mundo e possui uma grande diversidade de paisagens, climas e culturas. Os visitantes se concentram bastante nas três maiores cidades do país: Toronto, Montreal e Vancouver.

8. Itália: 4,99

Com mais de 50 milhões de turistas por ano, Itália é o quinto país mais visitado do mundo, gerando mais de 150 bilhões de dólares todos os anos. O país é visitado pela sua arte, cozinha, história e cultura – bem como pela sua costa pitoresca e praias.

7. Austrália: 5,10

Turistas vão até ao outro lado do mundo pelo seu clima temperado, enorme variedade de recursos naturais e cidades vibrantes. Locais populares a visitar: a Grande Barreira de Coral, a ilha Kangaroo e cidades como Melbourne e Perth.

6. Estados Unidos: 5,12

Os EUA atraem o segundo maior número de turistas depois da França. Os turistas procuram as suas maravilhas naturais, como o Grand Canyon e o Yellowstone, bem como cidades vibrantes como Chicago, Nova Iorque e São Francisco.

5. Reino Unido: 5,20

O turismo é uma grande parte da economia britânica, gerando 9% do PIB do país e quase 10% dos postos de trabalho. A capital britânica, Londres, é a cidade mais visitada em todo o mundo.

4. Japão: 5,26

A popularidade do Japão entre os turistas continua aumentando, sendo que 24 milhões de turistas internacionais visitaram o país em 2016. Tem 20 locais Patrimônio Mundial, incluindo monumentos antigos em Quioto e o castelo de Himeji.

3. Alemanha: 5,28

Localizada na Europa central, a Alemanha é o sétimo país mais visitado do mundo – e a sua capital, Berlim, é a terceira cidade mais visitada do mundo. Os seus marcos mais visitados incluem o castelo de Heidelberg, o Bundestag em Berlim e o castelo de Neuschwanstein na Baviera.

2. França: 5,32

França é conhecida como centro global de arte, ciência e filosofia que atrai mais turistas do que qualquer outro país do mundo. A sua capital, Paris, é a quinta cidade mais visitada do mundo.

1. Espanha: 5,43

Espanha tem longos trechos de costa pitoresca e cidades que surgem como prósperos centros de cultura e história.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente