Esqueça Paris: os 10 destinos europeus que deve visitar
Página principal Estilo de Vida

Que tal pensar um pouco fora da caixa quando planear as suas próximas férias na Europa?

Paris é um dos mais populares destinos europeus, procurado todos os anos por cidadãos de todo o mundo. Porém, a cidade pode ser fria e hostil – e os empregados de mesa podem ser um pouco snobes. Que tal pensar um pouco fora da caixa quando planear as suas próximas férias na Europa?

A Lonely Planet, que publica populares guias de viagem, revelou quais os destinos europeus fora do radar que merecem a sua atenção – a sua lista Best in Europe. Paris, Londres e Barcelona não fazem parte da lista, por exemplo. Conheça as suas sugestões.

10. Le Havre, França

Le Havre – além de ter sido um hit em Cannes em 2011 – é “um dos melhores locais para estar este verão”, de acordo com o Lonely Planet. Se celebra o 500º aniversário da cidade, estando decorrendo festividades de música e de arte ao longo de vários meses – com desfiles de rua, concertos e fogo de artifício. “Além do aniversário de Le Havre, a cidade é uma vitrina de arquitetura moderna atraente – se destacando trabalhos de Auguste Perret, Othello Zavaroni e Oscar Niemeyer – tendo sido completamente reconstruída após a Segunda Guerra Mundial.” – Afirma o guia. É também um ótimo ponto de partida para visitar as praias da Normandia.

9. Pafos, Chipre

Pafos, a primeira capital do Chipre nos tempos da antiga Roma, foi nomeada Capital Europeia da Cultura em 2017. “A ilha de Afrodite resistiu a tantas ocupações que a história tem empilhado monumento sobre monumento nas suas costas beijadas pelo sol: catacumbas, templos, castelos, banhos medievais, mosaicos da era Romana e locais Patrimônio Mundial da Unesco (...) que dão vida a uma fascinante era passada.” – Afirma a Lonely Planet. É claro que a atenção fica logo presa à parte “costas beijadas pelo sol”.

8. Moldávia

Totalmente cercada por terra, a Moldávia (na Europa de Leste) tem locais que provavelmente nunca esquecerá. “Saboreie os melhores vinhos na adega gótica de Mileștii Mici, casa da maior coleção de vinhos do mundo – e explore a sagrada Orheiul Vechi, cercada por penhascos, e os solitários mosteiros de Saharna e Tipova. A leste do rio Dniestr se encontra a auto-proclamada (embora não reconhecida) república de Transdniestr, uma região presa ao passado soviético.” – Afirmou a Lonely Planet. Simplesmente uau.

7. Norte da Alemanha

A Lonely Planet diz para seguir para norte assim que chegar às fronteiras da Alemanha. “É um país com uma costa intocada, praias cintilantes e pequenas ilhas. Encontrará cidades carismáticas – como Lübeck e Bremen, com pedigree medieval – e locais como Lutherstadt Wittenberg e Eisenach, que desempenharam um papel fundamental na Reforma introduzida há 500 anos.” – Avança o guia. Adeus Berlim, até mais tarde Baviera.

6. Alentejo, Portugal

Esta grande área de Portugal (interior e costeira), de fácil acesso a partir de Lisboa, tem estado fora do radar de guias internacionais – no entanto, é lar de locais Patrimônio Mundial da Unesco, como a misteriosa Capela dos Ossos em Évora. “Novos investimentos em turismo não tiraram a beleza intemporal do Alentejo, das suas vinhas, centros medievais ou rica cozinha tradicional – entre a melhor de Portugal.” – Afirmou o Lonely Planet.

5. Leeds, Reino Unido

Para os amantes de cerveja artesanal esta é a cidade perfeita, no meio do Reino Unido. “Recentes desenvolvimentos estimularam o centro da cidade e o distrito industrial – com boutiques elegantes, cafés, restaurantes e pessoas em busca de uma alternativa a Londres.” – Afirma o guia. O 50º aniversário do Carnaval de Leeds se celebra este ano, surgindo como atração adicional.

4. Norte de Montenegro

Não há multidões nesta zona montanhosa do sudoeste dos Balcãs. É ideal para aqueles que procuram aventura, com boas estradas que tornam a exploração perfeita. “Os foodies se perdem pelas terras nas montanhas onde se pode saborear a crescente tendência slow food vivida no Montenegro – com queijos e ensopados de carne da região – e os amantes de história podem fazer uma peregrinação a mosteiros impressionantes nas falésias em Ostrog ou em vales de tirar o fôlego em Morača.”

3. Galiza, Espanha

Aqui irá encontrar a famosa Santiago de Compostela e o Caminho de Santiago. Mas há muito mais. “Mais de 1.000 km de costa em torno de longas enseadas, penhascos e vilas de pescadores e centenas de praias. [A região] oferece do melhor peixe e marisco que alguma vez irá experimentar, para os quais o vinho galego surge como acompanhamento perfeito.” – Afirma o Lonely Planet. Mas se lembre: a água do oceano é fria, mesmo nos meses de verão.

2. Gotland, Suécia

Já ouviu falar neste lugar? Se prepare para impressionar os seus amigos. Se trata de uma ilha no Báltico – a zona mais solarenga do país que conta com vários locais históricos bem como com restaurantes em abundância. “Paisagens pastorais, florestas tranquilas, vilas de pescadores e sossegadas praias de areia”. No verão é possível que encontre “multidão sueca” mas mesmo assim...

1. Zagreb, Croácia

Rufem os tambores. “Zagreb é, de uma só vez, cosmopolita e provocadora, com a sua inebriante mistura de arquitetura brutal e praças austro-húngaras salpicadas de sol e amantes de café.” E muito mais: “Para superar tudo, a cidade é lar de florescente foco em cerveja artesanal e gastronomia. Com a abertura de um muito aguardado terminal de aeroporto, com uma série de novas rotas, nunca foi mais fácil ou barato chegar à capital da Croácia.”

Vai viajar para algum destes locais? Reserve os voos mais baratos com a Jetradar e os melhores apartamentos através do Airbnb.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente