Como transformar aspirações em realidade
Arthur Mola/Invision/AP
Página principal Estilo de Vida

Há uma citação de Woody Allen comummente usada para inspiração: “80% of success is just showing up” – em tradução literal “80% do sucesso passa por aparecer”. Para este artigo, porém, se opta pela tradução “80% do sucesso passa por fazer”.

Vamos desconstruir a citação e entender por que é usada para motivação.

Das aspirações aos objetivos

A maioria das pessoas tem aspirações difusas. Algumas poderão lhe dizer que pretendem “mais dinheiro”, “uma família feliz” ou “um bom emprego e um bom carro”. Outras poderão pormenorizar mais, dizendo quantos filhos querem ter ou quanto dinheiro querem ganhar. Porém, há aspirações que não chegam a se tornar objetivos. Os objetivos, ao contrário das aspirações, estabelecem um caminho que deve ser percorrido para o respetivo alcance.

O processo de passar de aspirações a objetivos é algo que merece atenção. Tal exige que pergunte a você mesmo o que é que quer fazer. Quer “ganhar mais dinheiro”? Peça um aumento. “Quer perder peso”? Vá à academia.

No entanto, a configuração de um sistema que lhe permita ganhar mais de forma regular ou que possibilite a perda de 10 kg até ao verão será algo mais eficaz. Tal exigirá, contudo, que se sente e faça algum trabalho de sistematização.

Dos objetivos aos hábitos

Fazer uma vez não é suficiente. A citação de Woody Allen deixa de fora a parte em que deve fazer algo pelos seus objetivos todos-os-dias. Se esforçar uma vez pelos seus objetivos irá deixá-lo à frente da maioria das pessoas que fica pelas aspirações mas irá deixá-lo atrás de todos os que realmente alcançam algo.

Assim que tiver clarificado os seus objetivos e o que deve fazer para alcançá-los, faça-o todos os dias. Comece desenvolvendo um hábito.

Se quer ter mais energia crie um sistema para ir à academia regularmente. Não pode ir apenas uma vez. Tem de criar um sistema que garanta que o faz todos os dias.

Assim que tiver passado dos objetivos aos hábitos terá ultrapassado 80% da potencial concorrência.

As pessoas são diferentes e como tal encontram estímulos de forma diferente. Se for uma pessoa altamente conscienciosa os seus hábitos irão ajudá-lo a se sentir produtivo – irá sentir que está atingindo algo. Se for uma pessoa altamente aberta, os seus hábitos irão ajudá-lo a se sentir criativo – irá sentir que está experienciando o seu verdadeiro eu. Defina os seus hábitos de acordo com a sua personalidade e aposte no que vai ao encontro da versão mais eficiente de você próprio.

Dos hábitos à eficácia

Os hábitos têm um objetivo duplo.

  1. Em primeiro lugar os hábitos permitem que se prepare para objetivos maiores, desenvolvendo o condicionamento físico e mental necessário para os alcançar.
  2. Em segundo lugar, e mais sutilmente, os hábitos contribuem com sucesso para a sua força produtiva e aumentam a sua sensação de auto-eficácia.

A auto-eficácia é a capacidade de se ver a você mesmo como capaz de alcançar coisas. É como um músculo: se desenvolve à medida que assume desafios cada vez mais “pesados”.

Se experimentar fazer agachamentos com o seu peso corporal sem nunca o ter feito antes é provável que desista à primeira e nunca mais volte à academia.

Ou seja, se tentar saltar de imediato para o objetivo final sem fazer tarefas menores relacionadas com o mesmo em primeiro lugar (desenvolvendo hábitos) desistirá por frustração.

Desenvolve auto-eficácia executando com sucesso e de forma regular hábitos e alcançando pequenos – mas cada vez maiores – objetivos.

Faça algo todos os dias pelos seus objetivos. Dia após dia será cada vez mais fácil.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente