Como vivem os jovens que enriqueceram com as criptomoedas?
Página principal Estilo de Vida, Criptomoedas
Tema do momento
25 Março
13107 13k

Espreite as vidas pródigas de seis jovens que fizeram as suas fortunas investindo em criptomoedas

Desde a criação da Bitcoin em 2009 que o mundo das criptomoedas tem observado bastante drama, com grandes aumentos de preços seguidos por quedas acentuadas — enquanto crentes e cínicos discordam quanto ao seu futuro.

Ainda assim, nove anos depois, são vários os indivíduos que conseguiram lucrar de forma impressionante com criptomoedas como a Bitcoin, a Ripple ou a Ethereum. Alguns são milionários, ou bilionários, e a maioria são homens — alguns bastante jovens.

Enquanto muitos investidores têm uma atitude discreta e evitam ostentar os seus ganhos, são várias as exibições de riqueza e luxo de outros no Instagram, o que revela a forte afluência de novos ricos do mercado de criptomoedas.

Dê uma olhada pelas vidas pródigas de seis jovens homens que fizeram as suas fortunas investindo em criptomoedas — e que gostam de mostrar como vivem no Instagram.

Daniel Colosi investiu em criptomoedas pela primeira vez no ano passado — e com um amigo. Avança que o seu investimento inicial de 5000 dólares aumentou para 200 000 dólares em apenas alguns meses.

Colosi afirma esperar que o seu investimento em criptomoedas o torne milionário até 2019.

Antigo trabalhador da construção civil, tem usado parte dos fundos gerados para viajar pelo mundo. Avançou em janeiro ao Daily Mail que planeja se mudar para a Tailândia.

Erik Finman investiu na Bitcoin os 1000 dólares que recebeu da sua avó no seu 12º aniversário, em 2011. O seu investimento vale hoje ao redor de 4 milhões de dólares.

Finman fez um acordo com os seus pais, ambos licenciados em Stanford: se fosse milionário aos 18 anos não teria de ir para a faculdade.

Finman acabou por abandonar a educação formal ainda mais cedo: os seus pais concordaram em deixá-lo sair do ensino básico quando tinha 15 anos. Desde então lançou e vendeu uma empresa de formação online chamada Botangle — que criou com o seu investimento original na Bitcoin.

Eddy Zillan investiu a totalidade das suas poupanças — 12 000 dólares, fundos que reuniu ensinando tênis e economizando — na criptomoeda Ethereum quando tinha 18 anos. Três anos mais tarde, Zillan afirma que o seu investimento gerou 1 milhão de dólares de lucro.

Zillan criou uma empresa chamada Cryptocurrency Financial, que oferece conselhos para investimento em criptomoedas.

Se apelida de «Wolf of Crypto Street» no Instagram.

Cameron e Tyler Winklevoss, os gêmeos que acusaram Mark Zuckerberg de ter roubado a ideia para criação da Facebook, também investiram em criptomoedas pouco depois de estas terem surgido.

Provavelmente se encontram entre os primeiros bilionários graças às criptomoedas.

Os gêmeos Winklevoss afirmam não ter a intenção de vender os seus ativos digitais.

Em 2015 lançaram a plataforma de câmbio de criptomoedas Gemini, onde usuários podem trocar criptomoedas por moeda tradicional.

Rowan Hill se reformou aos 26 da mineração de carvão na Austrália — depois de ter vendido as suas criptomoedas e lucrado.

Hill participou recentemente no Blockchain Cruise, evento com a duração de uma semana e proporcionado pela CoinsBank. Entusiasta do snowboard, Hill viaja frequentemente para praticar os seus passatempos.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente