20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris
Lucy Nicholson/Reuters
Página principal Foto

Fotos que mostram o impacto do Homem na Terra

O presidente Donald Trump anunciou ontem a saída dos EUA do Acordo de Paris. O acordo internacional, que foi assinado por todos os países do mundo exceto pela Nicarágua e Síria, estabelece um enquadramento para os países reduzirem as suas emissões de gases com efeito de estufa para evitar que a temperatura global do planeta aumente.

Desde a revolução industrial que o Homem tem tido inconfundível impacto na Terra – que tem acelerado ao longo do tempo. Este impacto é evidente quando se considera a coleção de imagens que se segue, que comparam como áreas específicas se encontram agora e como se encontravam há anos.

Em alguns casos as fotos foram tiradas com 50 anos de intervalo. Em outros casos, foram tiradas com apenas 10-15 anos de diferença.

Fotos tiradas entre 1940 e 2000 mostram o drástico impacto das mudanças climáticas nos glaciares do nosso planeta. Se segue uma foto do Glaciar Muir no Alasca, retratado em agosto de 1941 (esquerda) e agosto de 2004 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

A neve que resta na Montanha Matterhorn na Suíça, em agosto de 1960 (esquerda) e agosto de 2005 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

A partir da década de 1970, a NASA começou usando imagens de satélite para documentar o desmatamento em diversos parques nacionais à volta do mundo. Confira o Parque Nacional Mount Elgon no Uganda em 1973 (esquerda), e em 2005 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

O desmatamento da Floresta de Salta, na Argentina, é bem visível neste par de fotos de 1972 (esquerda) e 2009 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Mais desmatamento na Floresta de Mau no Quênia nestas fotos de janeiro de 1973 (esquerda) e dezembro de 2009 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Se aplica uma história semelhante ao Parque Nacional Lago Nakuru no Quênia, aqui em 1973 (esquerda) e 2000 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

O desmatamento também prevalece na Floresta Atlântica da América do Sul no Paraguai – aqui em 1973 (esquerda) e em 2008 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Esta área da Rondônia, no Brasil, foi fortemente desmatada entre 1975 (esquerda) e 2009 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Bem como a Floresta de Baban Rafi, entre 1976 (esquerda) e 2007 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Estas imagens mostram o desmatamento da Floresta Mount Quenia no Quênia, em 1976 (esquerda) e 2007 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

As alterações climáticas também começaram tendo maior impacto nos glaciares nos anos de 1970. Confira uma foto do Glaciar Qori Kalis no Peru em 1978 (esquerda) e outra em 2011 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Estas imagens documentam o derretimento de gelo no Equador, entre março de 1986 (esquerda) e fevereiro de 2007 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

A partir da década de 1980, a NASA também passou documentando a redução da dimensão de lagos em todo o globo, começando com esta foto do Parque Nacional Great Sand Dunes no Colorado em 1987 (esquerda). O mesmo parque em 2011 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

O Aral Sea na Ásia Central diminuiu drasticamente entre 2000 (esquerda) e 2014 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Bem como o reservatório Elephant Butte no Novo México. As fotografias em 1994 (esquerda) e novamente em 2013 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Rios têm diminuído no Arizona e Utah também – estas imagens os comparam entre março de 1999 (esquerda) e maio de 2014 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

O lago Mar Chiquita na Argentina diminuiu significativamente entre 1998 (esquerda) e 2011 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

O desmatamento continuou com o passar do tempo, como evidenciado por este par de imagens da Floresta de Mabira no Uganda em 2011 (esquerda) e a mesma área cinco anos depois (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

As secas também afetaram os EUA intensamente ao longo dos últimos anos. Confira três imagens (Kansas) tiradas em 2010 (esquerda), 2011 (meio) e 2012 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

O lago Urmia, no Irão, retratado em julho de 2000 (esquerda) e novamente em julho de 2013 (direita).

20 Fotos que explicam a premência do Acordo de Paris

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente