Página principal Tecnologia

A maioria das gigantes da indústria automóvel comprometeu-se a lançar mais do que um modelo inteiramente elétrico até 2020

Se procura um carro 100% elétrico, capaz de percorrer distâncias consideráveis, as opções atuais são francamente limitadas.

A Tesla (NASDAQ: Tesla Motors [TSLA]) é de facto a única marca cujos automóveis apresentam um alcance superior aos 320km por carregamento elétrico. No entanto, não teremos de esperar muito até veículos de longo alcance chegarem ao mercado. A maioria das gigantes da indústria automóvel, incluindo a GM (NYSE: General Motors Company [GM]) e a Volkswagen (XETRA: Volkswagen [VOW3]), comprometeram-se a lançar mais do que um modelo inteiramente elétrico até 2020. Segue-se uma antevisão de alguns dos carros a serem lançados no mercado nos próximos anos:

A Tesla revelou este ano o Model 3 e prepara-se para iniciar a sua produção no final de 2017

A Tesla apresentou no dia 31 de março o primeiro modelo de longo alcance destinado ao grande consumo. A produção não começa, porém, antes de 2017. O automóvel tem um alcance inicial superior aos 320km por carga e vai dos 0 aos 100 em cerca de 6 segundos.

O carro será 20% mais pequeno que o Model S, mas mantém os confortáveis cinco lugares.

A Tesla tenciona ainda lançar um Roadster de nova geração em 2019

Segundo declarações do CEO Elon Musk em julho do ano passado, a marca lançará o novo Roadster em 2019.

Pouco se sabe sobre o novo modelo, exceto que foi desenhado para a velocidade. Musk confirmou que o novo automóvel será capaz de ir dos 0 aos 100 em cerca de 2,8 segundos.

A produção do Bolt EV começa este ano

A General Motors levantou o véu sobre a produção do primeiro modelo de longo alcance acessível ao público médio – o Chevrolet Bolt EV. O automóvel estará disponível antes do final de 2016 e será capaz de percorrer cerca de 320km com a bateria completamente carregada.

A Audi vai lançar o primeiro SUV elétrico, baseado no conceito e-tron quattro, até 2018

Em janeiro, a marca confirmou que a produção do seu primeiro SUV (veículo utilitário desportivo) totalmente elétrico está agendada para 2018, e terá lugar na unidade de Bruxelas. O novo carro é fortemente inspirado no conceito e-tron quattro, apresentado pela primeira vez em setembro, na Feira Internacional de Motores de Frankfurt. O novo utilitário desportivo terá três motores, um alcance de quase 500km por carga e uma função para carregamentos rápidos.

O nome do novo modelo ainda não foi oficialmente anunciado, mas tudo indica que será Q6.

A Porsche espera começar a produção do Mission E Concept até 2020

Em setembro, a marca (XETRA: Porsche Automobil Holding [PAH3]) apresentou um impressionante conceito para um modelo elétrico e em dezembro confirmou o investimento de 1,09 mil milhões de dólares numa nova unidade de produção dedicada ao seu primeiro automóvel inteiramente elétrico.

O modelo, batizado Mission E, será capaz de percorrer uma distância de cerca de 500km com um único carregamento e atingirá os quase 80% de carga em apenas 15 minutos. Note-se que o alcance é baseado em testes europeus e não nos padrões definidos pela norte-americana EPA (Environmental Protection Agency), pelo que poderá ser factualmente mais próximo dos 380km.

Juntamente com o longo alcance e a rapidez de carregamento, o carro será capaz de ir dos 0 aos 100 em apenas 3,5 segundos.

A Aston Martin vai apostar no conceito RapidE até 2018

Em meados de fevereiro, a marca de luxo britânica confirmou uma parceria com a empresa de tecnologia chinesa LeEco (antiga LeTV), para desenvolver a ideia de um Aston Martin RapidE 100% elétrico até 2018.

Espera-se que o RapidE, baseado no três volumes RapidS, atinja os 320km de distância com a bateria cheia e o que preço ronde os 200.000 a 250.000 dólares.

Também em parceria com a LeEco, a marca vai ainda trabalhar com a startup de veículos elétricos Faraday Future no sentido de desenvolver “uma linha de carros elétricos de nova-geração”.

A Faraday Future vai colocar um modelo em circulação nos próximos quatro anos

A enigmática startup automóvel Faraday Future promete ter um carro no mercado nos próximos quatro anos.

A empresa apresentou o seu primeiro carro-modelo, o FFZero 1, na feira internacional de tecnologia CES em janeiro. Todavia, trata-se de um verdadeiro carro-modelo e é pouco provável que entre em linha de montagem. Contudo, ainda durante a CES, a Faraday disse à Tech Insider que está a trabalhar no sentido de ter o primeiro carro em circulação em breve.

Richard Kim, que lidera a equipa de design da marca, também adiantou que o primeiro modelo estará orientado para o segmento de mercado premium, o que implica um preço na ordem dos praticados pela Tesla.

O Grupo Volkswagen prepara-se para lançar vários modelos elétricos até ao final da década, um dos quais será semelhante ao Budd-E

O CEO da Volkwagen, Matthias Mueller, avançou que o grupo irá colocar no mercado cerca de 30 modelos plug-in elétricos até 2025. A empresa havia declarado anteriormente que iria lançar 20 veículos elétricos até 2020.

A marca espera ainda lançar o primeiro modelo completamente autónomo até ao final da década.

A Volkswagen controla as subsidiárias Porsche e Audi, de modo que já se sabe que o MissionE e o e-tron quattro concept farão parte destes 20. No princípio de janeiro último contudo, a empresa deu conta de um outro modelo 100% elétrico chamado Budd-E, capaz de percorrer cerca de 370km com um único carregamento.

Já no final de janeiro, o diretor do departamento de eletrónica, Volkmar Tanneberg, adiantou à CAR Magazine que a marca está a planear que um carro, muito semelhante ao Budd-E, chegue à linha de montagem até 2020.

O Ioniq EV da Hyundai deverá estar disponível em alguns mercados em 2017

A Hyundai aproveitou para exibir a linha de veículos elétricos Ioniq na Feira de Motores de Geneva em março. Na altura, a marca apresentou um híbrido, um plug-in híbrido e um modelo totalmente elétrico.

O 100% elétrico Ioniq EV tem um alcance de 175km por carga e estará disponível nos Estados Unidos no final do ano. Não se sabe ainda por que valor.

A Citroën lança o novo E-Mehari 100% elétrico este ano

A francesa Citroën lançou o E-Mehari em França no primeiro trimestre do ano e prepara-se para colocar o carro em circulação noutros países europeus até ao final de 2016.

O pequeno e carismático automóvel percorre cerca de 200km com um único carregamento na cidade – e mais ou menos 100km em meio rural.

A Mercedes-Benz espera lançar pelo menos um novo modelo elétrico até 2018

A Daimler (XETRA: Daimler [DAI]), da qual a Mercedes-Benz é subsidiária, já tem dois veículos completamente elétricos em circulação. Um é o B250E, com um alcance de cerca de 140km com a bateria cheia; O outro é o SmartForTwo elétrico, capaz de fazer 122km por carregamento.

A empresa estima lançar pelo menos um novo modelo até 2018. Segundo a Reuters no início de junho, o diretor de desenvolvimento da Daimler Thomas Weber, declarou que a marca apresentará um protótipo elétrico Mercedes, com um alcance de quase 500km por carga, na Feira de Motores de Paris em outubro. De acordo com o número de dezembro da revista alemã AutoBild, é possível que se trate da versão elétrica do crossover GLC.

A Ford vai colocar no mercado pelo menos um carro 100% elétrico, mas ainda não avançou detalhes

A Ford (NYSE: Ford Motor Company [F]) anunciou em dezembro último que se está a preparar para fabricar 13 novos carros híbridos, plug-in híbridos e 100% elétricos até 2020.

O CEO Mark Fields declarou querer que 40% dos automóveis Ford em circulação tenham uma versão elétrica até 2020. Espera-se, portanto, a conversão dos modelos mais emblemáticos da marca para o segmento elétrico.

Atualmente a Ford tem apenas um carro inteiramente elétrico, o Focus Electric. Com a bateria cheia, o Ford Electric percorre 122km segundo os padrões da EPA.

A Volvo vai fabricar o primeiro carro elétrico até 2019

Em outubro, o CEO Håkan Samuelsson disse que até 2020 10% do valor das vendas da marca a nível global resultarão de veículos elétricos.

A empresa lançará o primeiro carro 100% elétrico até 2019.

A Volvo (STO: VOLV-B) ainda não adiantou detalhes sobre o seu primeiro modelo completamente elétrico. É todavia provável que tenha um alcance semelhante ao da concorrência, na ordem dos 240km ou mais por carga.

Em agosto, a versão plug-in híbrida do utilitário desportivo XC90 foi o pontapé de saída do plano elétrico da marca. O carro tem um alcance exclusivamente elétrico de cerca de 40km.

A Nissan vai lançar um Leaf capaz de percorrer 320km por carga

O Nissan Leaf tem atualmente um alcance de cerca de 170km. Mas há rumores de que a marca pode vir a colocar no mercado uma versão capaz de percorrer 320km mais cedo que a previsão inicial.

Se considerarmos que a Nissan (TYO: 7201) se tem posicionado como líder no segmento elétrico, é bem possível que surpreenda os consumidores com um novo modelo até ao final deste ano ou no próximo.

O CEO Carlos Ghosn insinuou no ano passado que a empresa poderia ter qualquer coisa na manga.

A InsideEVs sublinhou um comentário de Ghosn, durante o Congresso Mundial Automóvel de março de 2015, sobre a tecnologia de baterias: “(…) Tal como com qualquer outra tecnologia recente, os preços estão a baixar, dado o aumento da eficiência e o número de fornecedores. Estou francamente otimista que seremos capazes de chegar a um nível bastante mais competitivo no ano que vem.”

E claro, a Apple diz poder lançar o seu primeiro carro elétrico até 2019

Apesar de reservada no que respeita a planos no sector automóvel, o Wall Street Journal deu conta, em junho passado, que a Apple (NASDAQ: Apple [AAPL]) está “investida num projeto” com data de lançamento para 2019.

Estima-se que a empresa tenha cerca de 600 pessoas envolvidas no projeto Titan. Porém, o líder da equipa, Steve Zadesky, acabou de deixar a Apple. Quando abordado sobre a perspetiva de um carro esta semana, o CEO Tim Cook respondeu “espera-nos uma véspera de Natal algo longa.”

*Nota de tradução: A marca adianta que a inspiração para o nome veio do filme Spaceballs de Mel Brooks de 1987 por se tratar de uma estimativa extremamente agressiva, a priori impensável.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente